Imprensa

AGRALE VAI FABRICAR CAMINHÕES ELÉTRICOS DA TRADICIONAL MARCA FNM

29 jul 2020

Seguindo sua vocação de inovar desenvolvendo veículos com combustíveis alternativos e com fontes renováveis, a Agrale começa a fabricar até o final deste ano caminhões elétricos da tradicional marca FNM (Fábrica Nacional de Motores). Os caminhões elétricos urbanos de 13 e 18 toneladas serão montados na Unidade 2 da Agrale, em Caxias do Sul (RS). A empresa está inserida desde o conceito inicial, desenvolvimento e execução (produção) da montagem dos caminhões.

"Estamos muito orgulhosos de poder participar de mais um projeto inovador em nossa história e certos de que essa iniciativa trará excelentes resultados para a Agrale e seus parceiros de negócio, como também aos usuários finais que adotarem os produtos FNM, com forte proteção ao meio-ambiente e tecnologia de ponta", destaca o Diretor-Comercial da Agrale, Edson Ares Sixto Martins. Os novos modelos dos caminhões FNM (sigla que com o novo projeto passa a significar Fábrica Nacional de Mobilidade) são o 832 (13 toneladas) e 833 (18 toneladas). Edson observa que a FNM será responsável pela comercialização dos veículos.

Nos últimos anos, a Agrale tornou-se reconhecida nacionalmente como uma das mais inovadoras montadoras no setor automotivo nacional. Abaixo, Edson cita algumas iniciativas de sucesso da marca no desenvolvimento de novas tecnologias:

2001 – Início do desenvolvimento do chassi para micro-ônibus Agrale Green, movido a gás natural veicular. O modelo foi apresentado em 2003 como o primeiro micro-ônibus movido a GNV no Brasil. O novo chassi foi direcionado especialmente para mercados que já possuem infraestrutura para operação com veículos movidos a Gás Natural Veicular, como alguns países da América do Sul e do Oriente Médio.

2006 - Trator Agrale 4100 movido a biodiesel: primeiro trator brasileiro homologado para o uso desse combustível.

2010 – Desenvolvimento do chassi para ônibus Hybridus: veículo híbrido (diesel-elétrico) que reduz o consumo de combustível em até 30% e a emissão de poluentes na mesma proporção.

2012 - Agrale Marruá Utilitário 4x4 100% Elétrico: desenvolvido em parceria com a empresa Itaipu Binacional, com emissão zero de poluentes. Esse veículo inclusive foi apresentado na Conferência Mundial do Meio Ambiente "RIO + 20" em junho de 2012.

2018 – Entrada em operação do primeiro ônibus urbano movido a GNV no sistema de transporte público urbano da capital federal Argentina. Atendeu ao Plano de Mobilidade Limpa promovido pelo Governo da Cidade Autônoma de Buenos Aires. Na Argentina, também em 2018, iniciamos a operação de diversos ônibus movidos a biodiesel 100%.

2019 – Desenvolvimento, em parceria com uma empresa na Austrália, de um veículo elétrico voltado para aplicação de mineração, desenvolvido em conjunto sobre a plataforma do consagrado utilitário 4x4 Agrale Marruá. O Marruá, veículo desenvolvido especialmente para atender demandas militares e de aplicações severas, e que equipa as FFAA de diversos países, foi a plataforma escolhida mundialmente por essa empresa a fim de torná-lo um veículo elétrico capaz de suportar as demandas do exigente mercado de mineração. A Agrale participa de diversos projetos no país e no exterior para desenvolvimentos de veículos movidos a GNV, GNL e elétricos.

Crédito da foto: Jucimar Milese


Voltar